Teofania, Uma Aparição de Deus de Em Forma de Homem

Tempo de leitura: 5 minutos

     Quando falamos no estudo sobre Deus não chegamos a conhecer o nome da Divindade. O conhecemos somente como: Deus Verbo (que é a Palavra), Deus Espírito Santo e o Deus- Divino.

Contents

      Como vimos no estudo sobre‘’ As 03 pessoas da Divindade, este Deus se revela ao homem como três pessoas, queira você entender isso ou não. As revelações da Palavra independem se você as aceita ou não, são verdades eternas e que jamais serão mudadas, são imutáveis.

image04

      Deus sempre foi uma pessoa que gosta de se relacionar com o Homem, vemos isso claramente no Gênesis quando diz que o Senhor vinha todo final da tarde falar com Adão (E, ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim, Gênesis 3:8). E com Abraão, Jacó, o marido de Manoá e outros profetas e Patriarcas não era diferente. Mas o mais importante disso tudo é que Deus nunca os deixou sem conhecer o nome dele nas mais diversas situações em que viviam.

     Deus se preocupa tanto com a sua criação (homem) que nunca deixou de se revelar a ele nas mais diversas situações de suas vidas. E cada momento que Deus chamava ou queria exercer justiça, ou queria abençoar alguém ou ainda repreender um servo dele, Deus se revelou com um Nome, para que naquele momento os teus servos soubessem como invocá-lo e ter comunhão com ele. Vejamos alguns exemplos:

     Para que possamos entender essas manifestações de Deus, precisamos saber principalmente de uma coisa, Deus é Deus então ele é Todo-poderoso para fazer o que quiser como lhe apraz. No Antigo Testamento ou nos princípios das Eras, Deus ainda não havia se revelado ou encarnado, ou de forma mais simples para que você possa entender, Deus não havia sido gerado nenhum ventre humano. Portanto, Deus como a Palavra ensina e ele mesmo nos instrui, era conhecido como alguém que tem uma alma, como estudamos em Gênesis 1:1 em  As 03 pessoas da Divindade.

E que segundo o João 4:24 ‘’ Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade’’. E Como sabemos que Deus ainda não havia encarnado, sabemos também que não tinha um corpo, portanto era chamado de Dicótomo, tendo somente alma e Espírito.

Como então Deus se revelava ao homem?

Se revelava através do que chamamos da “Teofania”.

Theo do grego “Deus” e Fania também do grego ‘’ “aparição”, em outras palavras, é aparição de Deus em forma de homem, sempre com propósito definido. É desta forma que ele se manifestava e se fazia conhecido aos homens: Patriarcas, Profetas, Sacerdotes e Juízes.

Na manifestação através da teofania, Deus deixava sua glória e aparecia aos homens, seu profetas e amigos e falava com eles face a face como se fosse um homem comum.

Quando Deus fala com Abraão ele se revela como ‘’ Melquisedeque’’ que é uma das revelações mais importantes que temos na Palavra. Quem é Melquisedeque? O que sabemos sobre ele? Vejamos:

Gênesis 14:19… Ora, Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; pois era sacerdote do Deus Altíssimo; e abençoou a Abrão, dizendo: bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Criador dos céus e da terra! E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos! E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo

  • Rei de Salém, que é uma contração para a Palavra Jerusalém;

  • Trouxe pão e vinho, com quem ele se parece com esse gesto, não preciso nem dizer né;

  • Sacerdote do Deus Altíssimo;

  • Recebeu os dízimos de Abraão;

  • Abençoou a Abraão;

  • Zedeque, rei de Justiça, rei de Paz;

  • Sem genealogia, sem pai ou mãe; (Hebreus 7:3)

  • Não teve princípio de dias, nem fim de existência; (Hebreus 7:3)

  • Permanece Sacerdote Perpetuamente, ou seja, para sempre; (Hebreus 7:3)

  • Anjo Teofânico;

        Tudo isso engloba as características de um nome ‘’Melquisedeque’’. Deus naquele momento se manifestava a Abraão com um nome ainda nunca visto. Como isso é importante para nós veremos em outro estudo sobre ‘’ Melquisedeque e o Sacerdócio Universal’’. Por enquanto vamos nos ater a essa revelação de Deus com seus nomes.

      Portanto, Deus aparece ali de forma de teofania em uma situação na vida de Abraão de vitória, pois nós sempre achamos que Deus só se lembra de nós nas dificuldades quando clamamos ou quer nos repreender.

     Deus é tão Zeloso que está disposto nos abençoar mais ainda diante das vitórias que ele mesmo já nos deu. Ele aparece a Abraão diz que não só é o Zedeque “rei de justiça e de paz” da vida de Abraão como também é El- Elyon “Senhor Possuidor da Terra e dos Céus” (Gênesis 14:19). Outro nome pelo qual Deus estava dizendo a Abraão que era o Abençoador da sua vida e que ele tem tudo em suas mãos, por isso estava lhe dando vitórias. Além de tudo ainda estava tendo comunhão com Abraão sentando com ele para comer pão e vinho.

     Daí por diante Deus não se revelaria somente essa vez, mas muitas vezes Abraão, como El-Shaday“Deus Todo-poderoso” (Gênesis 17:1), El-Olan“Deus Eterno” (Gênesis 21:33)

     Dentre estes nomes que Senhor é conhecido, e se revela ao homem, há um nome que não é manifesto visivelmente em nossas vidas, mas está sempre presente em nossas batalhas. Só há um homem na bíblia que o viu em sua forma celestial para a batalha, que foi Josué. É umas das formas mais impressionantes que Deus já se revelou na vida de homem. Ele aparece a Josué para dizer que ele luta as guerras do seu povo como ‘’ Príncipe dos Exércitos Celestiais’’. Nome esse que lutou contra o querubim-da-guarda quando se rebelou.

Autor: João Henrique


Facebook Comments
Teofania, Uma Aparição de Deus de Em Forma de Homem
Rate this post

3 Comentários

  1. João Henrique

    Acompanhe os estudos e mostrarei mais sobre tal personagem.Quando estudarmos sobre o Sacerdócio Universal saberás mais sobre essa pessoa.Obrigado, Deus te abençõe!!

    Responder
  2. Anônimo

    AMIGOS, IRMÃOS:
    Os Melquisedeques são amplamente conhecidos como Filhos das emergências, pois eles se engajam em atividades de uma variedade incrível nos mundos de um universo local. Quando surge um problema extraordinário qualquer, ou quando algo inusitado está para ser realizado, é quase sempre um Melquisedeque que aceita a missão. A capacidade dos Filhos Melquisedeques de funcionar em emergências e em níveis muito diversificados do universo, até no nível físico da manifestação da personalidade, é peculiar à sua ordem. Apenas os Portadores da Vida compartilham, em qualquer grau, desse extenso metamorfismo nas funções de personalidade.
    A ordem Melquisedeque de filiação do universo tem estado extremamente ativa em Urântia. Um corpo de doze deles serviu em conjunto com os Portadores da Vida. Outro corpo de doze Melquisedeques posteriormente tornou-se administrador do vosso mundo, pouco depois da secessão de Caligástia, e continuou com autoridade até os tempos de Adão e Eva. Esses doze Melquisedeques retornaram a Urântia, quando da falta de Adão e Eva, e continuaram, daí em diante, como administradores planetários, até o dia em que Jesus de Nazaré, como o Filho do Homem, tornou-se o Príncipe Planetário titular de Urântia.

    ABRAÇOS FRATERNAIS

    aclaio@bol.com.br

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *